Primeiros passos com o ESP8266

Dando continuidade ao artigo sobre o ESP8266, hoje irei mostrar os primeiros passos com este módulo. O primeiro passo e o mais importante é colocar ele pra funcionar. 😀

Material necessário

Para a brincadeira de hoje, iremos necessitar de pelo menos um ESP8266, fique a vontade na escolha do seu módulo, eu irei utilizar o ESP-01 e o ESP-12. Além disso será necessário um módulo UART de 3.3v, um computador com uma porta USB disponível e algum programa para conversar serialmente, no meu caso irei utilizar a própria IDE do Arduino.

ESP-01 e ESP-12

Abaixo você pode conferir os meus ESPs montados.

Módulo UART

No meu caso o módulo usa o chip CP2102 e possui alimentação de 5 e 3.3v.


UART USB TTL CP2102

IDE Arduino

Caso você ainda não possua um aplicativo para comunicar com o ESP, eu sugiro a IDE do Arduino, que pode ser encontrar aqui.

Modos de Operação

O ESP permite que você conecte ele de duas formas, a primeira e mais comum é o modo de programação, onde é possível fazer upload de arquivos ou enviar comandos, tudo via serial. A outra forma é a de atualização de firmware (ou Flash). Esta por sua vez permite que você sobrescreva o firmware que vem no módulo. Dependendo o fabricante, as vezes nem é disponibilizado um firmware inicial, e você deve fazer o upload antes de iniciar o uso, mas isto é assunto para o próximo artigo.

Por padrão, nem sempre ocorre, os módulos ESP saem de fabrica com o firmware AT. Este firmware consiste em uma série de comandos básicos para o uso do módulo em si, mas não se compara ao NodeMCU, um firmware que permite que você programe o dispositivo em LUA, transformando ele em um mini Arduino com WiFi integrado. No caso do AT, é necessário o uso de um outro dispositivo para controlar o ESP, como é o caso dos shields Ethernet do Arduino. Mas com o NodeMCU, o ESP se torna auto gerenciável, bastando apenas fazer upload de um script LUA com o código a ser executado.

Confira abaixo como conectar o módulo UART no ESP para usá-lo nos modos de programação a atualização de firmware.

Conexão

Lembre-se que estas conexões mudam de acordo com o ESP e o módulo UART escolhido, então não nos comprometemos com os passos a seguir, faça por sua conta e risco. Lembre-se também de usar a voltagem correta.

A conexão básica funciona assim:

ESP UART
RX -> TX
TX -> RX
VCC -> VCC
CH_PD -> VCC
GND -> GND

Abaixo você pode observar as conexões específicas, pois além destes pinos, outros são necessários para o funcionamento.

ESP-01

Abaixo você pode observar os pinos do ESP-01.

ESP-01 Pins

Programação

Não necessita pinos adicionais.

Flash

Para entrar no modo de atualização de firmware, você deve conectar o GND ao GPIO0. Confira imagem abaixo:

ESP-01 UART Flash

ESP-12

Abaixo você pode observar os pinos do ESP-12.

ESP-12 Pins

Programação

No modo de programação ainda é necessário conectar o pino GND ao GPIO15. Confira imagem abaixo:


ESP-12 Pins

Flash

Para entrar no modo de atualização de firmware, você deve conectar o GND ao GPIO0. Confira imagem abaixo:


ESP-12 Pins to Flash

Comunicação Serial

Agora que já temos o nosso ESP pronto para ser ligado ao PC, vamos ao que interessa, enviar comandos básicos com o firmware AT.

Após abrir a IDE do Arduino vá em Tools > Port e escolha a porta USB onde está o UART. Depois disto, vá em Tools > Serial Monitor. Você deverá ver uma tela como esta:

Arduino Serial Monitor

Agora vamos configurar a comunicação. Por padrão a velocidade é 9200 baud e o fim de linha é Both NL & CR, como mostrado acima, mas caso você tenha problemas, tente mudar estes valores.

Depois de configurar vamos aos comandos básicos:

Comando Valores Descrição Exemplo
AT N/A Verifica se o ESP está OK AT
AT+RST N/A Reinicia o ESP AT+RST
AT+CWMODE 1 = Station, 2 = AP, 3 = Ambos Define o modo de operação WiFI AT+CWMODE=3
AT+CWLAP N/A Lista as redes disponíveis AT+CWLAP
AT+CWJAP SSID, Senha, Canal, Criptografia Conecta a uma rede AT+CWJAP=”seu SSID”,”sua senha”
AT+CWQAP N/A Desconecta da rede AT+CWQAP
AT+CIPSTATUS N/A Retorna o status do WiFi AT+CIPSTATUS
AT+CWJAP? N/A Verifica qual rede conectada AT+CWJAP?
AT+CIFSR N/A Retorna o IP do ESP na rede AT+CIFSR

O comando mais básico a ser executado é o AT. Ao executar um comando você tem duas possíveis respostas:

  • OK – O seu comando foi executado com sucesso
  • ERROR – Erro no comando. Ou ele não existe, ou está com parâmetro errado

Se você executou o AT e não teve nenhum dos dois retornos, talvez você esteja em uma destas situações:

  • Você fez a conexão dos pinos errada
  • O seu ESP pode estar operando em outra velocidade
  • O seu ESP não possui firmware, ou veio com outro que não é o AT

Se o seu retorno for algum texto diferente, pode ser outro firmware. Se o texto for caracteres estranhos, provavelmente é a velocidade de comunicação muito elevada.

Espero que este artigo possa ajudar você no mais básico processo de comunicação. Nas próximas publicações mostrarei como alterar o firmware e fazer algumas brincadeiras com LEDs.

Até a próxima.

  • Lucas Starick

    Pedro…primeiramente muito bacana suas explicações…

    Gostaria de saber se, por exemplo, tenho um microcontrolador pic18f se eu posso ligar ele com o esp8266 e enviar comandos de configuração do pic para ele….e ele desligando e ligando continuar com a mesma configuração…recebendo os dados do pic e enviando via wifi…

    Obrigado

    • Alexandre Vicenzi

      @lucasstarick:disqus vai depender do firmware que você tem no ESP. O AT não permite isto se não me engano, já com o NodeMCU você pode criar um arquivo de configuração no próprio ESP para ser carregado no boot. Os demais firmware eu ainda não tive oportunidade de testar.

  • Júlio César

    Olá Alexandre, eu atualizei o firmware do meu ESP8266 -01 para utilizar os comandos AT, porém quando eu envio um comando ele responde com a mensagem “ERROR”, o que poderia ser ? Uma falha de transmissão ou um defeito no modulo ?

    Artigo muito explicativo e bom.

    Obrigado desde já

    • Alexandre Vicenzi

      @disqus_GmRsKfYTiW:disqus tente verificar o modo que você está conectando ele. Por padrão é 9600 baud e NL CR como fim de linha.

  • Carlos

    O GPIO QUE DEVE SER LEVADO A NIVEL BAIXO PARA ENTRAR NO MODO PROGRAMAÇÃO, É O GPIO 0 PIN 6, E NÃO O GPIO15 COMO MAL INDICADO AQUI.

    • Alexandre Vicenzi

      sim, no esp-01, no 12 você precisa levar os 2. Se não funcionasse eu não teria feito o flash de 2 placas esp-12 com sucesso. 😉

  • sidnei

    gostaria de saber se tem alguém que esta disposto a me ajudar a gravar um esp-12E ,pois já tentei enumeras maneiras e não consegui , quem conseguir me ajudar eu vou dar um esp-12E.

    • Alexandre Vicenzi

      diga seu problema que tentaremos ajudar, falar que não funciona da margem a muita coisa.

      • sidnei

        cara tenho um esp-12 e não consigo (programar) colocar um firm nelle os comandos AT sem resposta, tentei varias formas e não obtive êxito comprei u conversor usb ttl e não a comunicação , tentei direto com a porta db9 também não deu , estou usando o ESPlorer v0.2.0-rc2

        • Alexandre Vicenzi

          É complicado, tem uma infinidade de itens que podem ser o problema, mas vamos por partes como diria o Jack.

          – Verifique as conexões RX, TX
          – Verifique se os pinos do ESP estão conectados corretamente
          – O ESP precisa de pelo menos 500 mA para ligar, verifique se sua fonte oferece isso, muitos USB TTL não dão conta
          – Pode ocorrer de que não existe firmware algum no seu ESP ainda
          – O ESPlorer não faz upload de firmware, é necessário o ESP Tool ou o NodeMCU Flasher
          – Verifique como o serial está configurado, a maioria é 9600 baud com fim de linha NL & CR
          – Em alguns casos, talvez seja necessário conectar mais pinos que os informados acima

          Vamos dizer que usar o ESP é bem tentativa e erro, demorei algum tempo para fazer o meu ESP12 funcionar.

          Espero que isso possa lhe ajudar.

          • sidnei

            vou baixar o ESP tolls e fazer alguns testes dai ei te retorno blz !

          • Alexandre Vicenzi

            Eu recomendo o NodeMCU Flasher se for Windows, é mais simples. E o ESP tool não consegui fazer funcionar no Linux, depende muito de drivers 🙁

          • sidnei

            É ESSE O ESQUEMA DE LIGACAO ? SE NAO FOR ME PASSA O ESQUEMA CERTO OK . https://uploads.disquscdn.com/images/d954b6a388706ca9d0710472ad06384924dbe739284a55d40e3dc67838673402.jpg

          • Alexandre Vicenzi

            Podes fazer um teste, eu fiz a mesma ligação, mas sem o resistores de 1K. O esquema que montei acima no post é pra funcionar também, estou usando no meu projeto sem problemas nenhum.

          • sidnei

            Fiz o teste o máximo que eu consegui foi isso a barra azul não anda e o led do modulo nao pisca segue a imagem , lembrando estou usando uma fonte externa de 3,3v 1a devidamente aterrada,e usb ttl para a comunicação https://uploads.disquscdn.com/images/debbf66bf0cc08266fd6c284d79d40f60c166bde07606d9824c7a9cfb6e5eb75.jpg .

          • Alexandre Vicenzi

            Se achou o mac address a conexão está correta. Altere a velocidade de upload para (baud rate) 11520. Fazer upload a 9600 é extremamente lento.

          • sidnei

            ok vou testar

          • sidnei
          • Alexandre Vicenzi

            O RX do ESP está conectado ao TX do módulo e o TX no RX? Outra coisa que podes tentar fazer é jogar 3.3v no GPIO2 para ver se resolve, além dos demais GND mencionados na imagem acima. Vale lembrar que para fazer Flash são necessários mais pinos, como mostrado na imagem.

          • sidnei

            Sim o rx esta conectadod ao tx e o tx no rx do FTDI232 mas continua a mesma coisa das imagens que te mandei

          • sidnei

            Tambem coloquei GPIO2 em nivel alto e nada

          • sidnei

            segue o video do teste
            https://youtu.be/AWcfjUiZ748

          • Alexandre Vicenzi

            Então, a julgar pelo vídeo ele se comunica e depois morre. Pode ser que ele está resetando, quando isso acontece ele pode mudar de porta. Também julgando pelo vídeo, parece-me que o CHPD e o REST estão em alto. O REST não deveria estar, mas não consigo saber se é isso mesmo que to vendo no vídeo.

          • sidnei

            sim o reset esta em nível alto ch_pd também
            botar o reset em nivel baixo ?

          • Alexandre Vicenzi

            não, não liga ele em nada, tira a solta dele e deixa sem conexão.

          • sidnei

            tirei o reset e a mesma coisa acontece

            uma observação :
            possuo um arduino duemilinove ligado a um modulo HC-06 e ele aceita os comandos AT porque eu configurei ele , mas se eu ligasse o ESP-12E no arduino é pra ele aceitar os comando AT ou não ?

          • Alexandre Vicenzi

            Tenta fazer a ligação descrita neste post, e adicione o pino 5 em alto.

            Sobre o Arduino, sim, se você estiver usando o SoftwareSerial e o seu ESP estiver com o firmware AT.

          • sidnei

            nada de resposta testei com todos os programas que citei anteriormente com velocidade 9600 e depois 115200
            sem querer ser chato “aguardo instruções”.

          • Alexandre Vicenzi

            Sem querer ser chato também, já se foram todas as minhas idéias possíveis. O que leva a indicar é que tem algum problema de conexão ou talvez até um ESP com problemas.

          • Sineir

            Saudações. Os meus problemas só sumiram quando usei uma “board power 5v / 3.3v separada. Pois meu adaptador serial não estava enviando amperagem suficiente. Fiz como na imagem.

          • Alexandre Vicenzi

            Nem sempre é culpa do adaptador serial, e sim do USB do PC, a maioria não manda mais que 500mA. Mas que bom que deu certo 🙂

          • sidnei

            So pra registrar resolvi o problema troquei o meu FTDI232(FT232RL) por um igual ao teu CP2102
            fica a dica .
            Mas derrepente tu ainda pode me ajudar em outra coisa, como gerar o arquivo .bin para colocar no ESP-12 saberi me dizer ?

          • Alexandre Vicenzi

            Engraçado, muita gente usa esse FTDI232. Sobre o .bin, você quer gerar um firmware para ele?

          • sidnei

            sim

          • Alexandre Vicenzi

            Não sei como gera um firmware do zero, mas se for pra fazer upload de algum tipo o NodeMCU é só baixar no site deles, ou compilar manualmente pelos fontes.

          • Alexandre Vicenzi

            Faça a ligação abaixo, porém sem o GND ligado ao GPIO 15 e tente enviar os comandos AT para ver se ele responde.

          • sidnei

            Nada de resposta tentei com Termite 3.3 , sscom32E e o ESPlorer
            Aguardo instruções .

          • sidnei

            onde tu comprou o teu ESP-12 ?

          • Alexandre Vicenzi

            no Mercado Livre e no AliExpress.

  • Jean Furtado Soares

    Boa noite Alexandre,

    estou começando agora a utilizar o ESP8266 e estou tentando realizar o seu tutorial, estou utilizando um módulo UART tb com chip CP2102. Quando conecto o módulo sozinho no computador ele reconhece a entrada normalmente como COM4. Quando conecto o ESP com as ligações como descrito por você, o ESP liga e pisca a luz azul por duas vezes e parece estar funcionando, o problema é que o UART some do pc, como se não estivesse conectado. Se eu conectar somente o 3V3 e GND no ESP, o UART fica intermitente no pc, ele não reconhece porém fica aparecendo e saindo do gerenciador de dispositivos, como se eu estivesse conectando e retirando o usb seguidamente. Sabe o que pode estar causando isso?
    Outra pergunta seria, não preciso usar divisor de tensão ou algum regulador pra 3v3 no TX do modulo UART, certo?
    Uma última pergunta: Não sei qual o firmware que está dentro do ESP. Quando ele fica ligado, cria uma rede chamada AI-THINKER_FE6174. Pelo que pesquisei ele é um outro firmware, mas n consegui achar nada explicando de fato. Sabe algo sobre ele? Abraço!

    • Alexandre Vicenzi

      Boa noite Jean,

      Respondendo:

      1 – Pode estar em curto, mal conectado ou com pouca alimentação, neste caso o módulo reset e some do PC.
      2 – Depende do módulo UART que você está usando eu acho, os 3.3v já são regulados, mas precisa dar uma pesquisada.
      3 – Descobrir que firmware vem nele é no teste mesmo, conectar e enviar o comando AT diz se possui o firmware AT, enviar o comando print(‘teste’) diz se tem NodeMCU ou MicroPython e assim por diante.

      Espero que possa ter lhe ajudado. Abraço.

      • Tiago Almeida

        esttou na mesma enrascada faz dois dias, tenho 10 esp12, conecto no pc e ele me envia de volta uma mensagem lá, com o gatway, o modo AP, o ip tudo no mundo, mas nao recebe comandos via serial… como se nao tivesse uart conectada… ele so envia… mas na hora de receber comandos via serial ele nem pisca. comprei aquela plaquinha amarela. ja tirei e conectei o pino 0 e nada.

        • Alexandre Vicenzi

          Tem algum firmware na placa? Conectou o RX e o TX corretamente?

  • Wesley Rosa

    Ola amigos, sou analista de sistemas e estou iniciando agora com arduino e iot, e gostaria de fazer um controle remote IR usando apenas o esp8266. Alguém já fez algo assim, pode me ajudar?

    • Alexandre Vicenzi

      @wesley_rosa:disqus, não fiz ainda não, mas é possível fazer com o ESP. Está na minha lista de coisas para fazer, quero fazer um controle remoto web pro ar condicionado xD.

      • Wesley Rosa

        Exatamente isso que quero fazer. Você já tem alguma ideia formatada ou algo que possa compartilhar?

        • Alexandre Vicenzi

          Não muito. Mas, basicamente, precisa-se do transmissor infra vermelho e descobrir os códigos de acordo com o aparelho. Depois é só enviar os comandos para o transmissor. Se você pesquisar, existem alguns projetos prontos já, porém em inglês.

          • Wesley Rosa

            Estou pesquisando tem uns três dias, e ate agora não encontrei nada aplicável.
            Vou continuar estudando, caso encontre algo posto aqui.

  • Roni Gass

    Boa tarde. eu consigo comunicar dois deste modulo, quando o transmissor envia dados seriais e o receptor recebe esses dados e passa para um conversor de ttl para RS485?

    • Alexandre Vicenzi

      Não entendi a pergunta.

  • Guilherme

    Ola, estou utilizando um esp-13, onde conectei ele a uma porta serial rs-232 usando um icl3232 para fazer a interface. Todavia não existe conexão e não consigo atualizar o firmware.

    • Alexandre Vicenzi

      Precisa verificar qual os pinos são necessários no ESP-13.

  • Flavio Matioli

    Oi Alexandre! estou estudando os ESP e gostaria de saber como esta sua evolução nos projetos que tinha em mente com ele. Esse carinha é uma caixa de pandora! será que teremos um post sobre esses projetos?
    Obrigado

    • Alexandre Vicenzi

      Oi Flavio, então, meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), foi em cima do ESP-12. Utilizei um GPS e um RTC conectados a ele, além de utilizar o protocolo MQTT para comunicar com o meu servidor feito em Python. Todo o código fonte e a própria monografia podem ser encontradas aqui. O meu TCC consistia em um sistema de rastreamento de veículos.

      Sobre os artigos, estou montando alguns sim, e creio que nos próximos dias teremos algumas novidades. 🙂

      Diferente do TCC, nos artigos eu gosto de dar uma boa base para quem ainda tem dúvidas de como fazer certas coisas, sendo assim, vai demorar alguns dias até sair um artigo com algo palpável, esses que preparei são mais teoria e alguns conceitos de como preparar o ambiente para começar um projeto.

  • Mário Vasconcelos

    Olá Alexandre,
    Você teria algum material de exemplo de programação de como ocorre a interação do ESP8266 com o microcontrolador? Quero implementar para o PIC, mas ainda não abstrai como ocorre a interação dos mesmos.

    Desde já agradeço.
    Abraço!!!

    • Alexandre Vicenzi

      Mário, sempre usei o ESP em modo standalone mesmo. Acho bem mais prático.

      Para utilizar em conjunto com um PIC ou Arduino você terá de conversar serialmente com o ESP, nesse caso vai variar de acordo com o firmware que está rodando no ESP. No Arduino você pode utilizar a lib SoftwareSerial.

      • Mário Vasconcelos

        Alexandre,
        Obrigado pela resposta.

        Então, comunico direto via serial, ou seja, de forma transparente ao wifi….
        Inicio a programação fazendo as configuraçãoes:

        – Habilitação da comunicação serial (UART), bem como taxa de transmissão;
        – Estruturação de envio e recepção de dados via serial;
        – Habilita o ESP; (?)
        – Configura a rede que deverá se conectar; (?)
        – … (?)

        Se enviar um comando via serial (Ex: printf (“Liga”)) ele já é prontamente interpretado pelo ESP e enviado via wifi? ou existe algum comando específico para o envio e recebimento de dados através ESP?

        Grato.
        Abraço!!!

        • Alexandre Vicenzi

          Isso, conecta UART, a taxa de transmissão padrão é 9600, vale testar para verificar qual é. Depois basta mandar os comandos de acordo com o firmware que está no ESP.

          Eu recomendo testar ligando o ESP via USB no PC. Você pode fazer testes enviando comandos como se fosse um PIC ou Arduino. 🙂

          • Mário Vasconcelos

            Obrigado Alexandre.
            Vou fazer os testes.
            Abraço!!!

  • cybelacs

    Poderia passar o link do mercado livre com onde você comprou o Esp8266 com o Módulo UART, pois ai iria facilitar não só minha compra mas também de toda comunidade 🙂

    Vou comprar 1 Esp-01 e um Esp-12 para ver se consigo comunicar um com outro via Web para acionamento de relês 🙂

    Fico no aguardo

    • Alexandre Vicenzi

      Eu recomendo comprar na FILIPEFLOP.

  • cybelacs

    Alexandre boa tarde, percebo no seu esquema que você não coloca regulador de tensão 3,3v, ai fica a pergunta é necessário ou não, pois em outros site é colocado, onde você comprou este UART ?

    • cybelacs

      Entendi, para este caso, onde serão sendo testado os comando AT não é necessário, pois a alimentação já vem do pino 3,3.
      Mas a partir do momento em que tiver de colocar uma alimentação externa ai sim precisa de uma regulador de tensão, que pode ser LM2596 ou fazendo com resistores um divisor de tensão 🙂

    • Alexandre Vicenzi

      Você só precisa de algo que gere 3.3v, pode ser um Arduino, um regulador de tensão, o próprio UART, desde que seja 3.3v tá valendo. 🙂

      O meu veio da china xD

  • Allan Zeidler

    Grande Alexandre, legal o seu tutorial, parabéns. Esse final de semana recebi minha ESP8266 e uns componentes que comprei. Porém, como estou usando um Arduino, ele é 5V e tive que fazer um step down com resistores. Sinceramente, tentei de toda maneira e não funcionou. Quando uso o SoftwareSerial do Arduino eu só recebo caracteres estranhos no Monitor, tentei de 115200 até 4800 e não tive sucesso. Tentei também dar disable no Atmega do Arduino e comunicar direto via Serial, mas o bicho não tava respondendo (ai ainda tenho duvidas se as ligações estavam certas). Minha dúvida é, será que o quebrei? rsrs ou só pelo fato dele estar respondendo (via SoftwareSerial pelo menos) eu conseguiria resgatar o firmware, dar reset sei lá. Na minha cabeça só penso que o step down não funcionou e o módulo está recebendo pouca corrente, faz algum sentido?

    • Alexandre Vicenzi

      Pode ser sim, ou pode se que o ESP não tenha firmware algum. Eu prefiro conectar o esp direto ao PC através de um UART, pois eles já vem com regulador de tensão geralmente.

      • Allan Zeidler

        Deveria ser algo com a tensão mesmo… não rolou com a tensão regulada por resistores… o conversor de nivel logico chegou e está funcionando… mas eu fiquei encucado, queria saber o por quê rsrs

    • Sérgio Rocha

      Boa tarde Allan, estou fazendo meu projeto (TTC) com Arduino e passei pelo mesmo problema, então setei a velocidade do ESP8266 para 2400 e agora recebo as respostas tranquilamente, fiz desta forma:

      Serial.begin(9600); //Monitor Serial Arduino
      esp8266.begin(115200); //Iniciando o ESP-01

      Serial.println(“Resetando”);
      esp8266.println(“AT+RST”); //Resetando ESP, retira configurações anteriores

      delay(2000);

      esp8266.println(“AT+CIOBAUD=2400”); //Setando velocidade do ESP para 2400
      esp8266.begin(2400); //Iniciando o ESP-01

      Estou aprendendo sobre o módulo, mas qualquer coisa chama ae.

      • Allan Zeidler

        Fala Sérgio. Cara, eu comprei um conversor de nivel logico e agora está ok. Eu já tinha setado ele para 19200… mas mesmo assim ele não funcionava setando no codigo a 19200… coloquei o conversor e ta tudo funcionando de boa. Esse fds consegui usar e acender um led via web rsrs… mas entrando pelo celular ainda não funciona (mas sei que deve ser coisa boba e deixei para ver depois)… sim, pelo navegador do pc a página abre, pelo celular(es) tentei de 2 iphones ele fica tentando e não abre… acho que ele conecta duas vezes, sei la… dps vou ver com calma… preferi gastar o resto do tempo com o NRF24L01… abs… qualquer coisa to por ai.

        • Sérgio Rocha

          Opa Allan, boa, não cheguei a mexer com conversor lógico ainda, mas se deu certo é mais uma alternativa haha
          Tô tentando fazer um webservice local com banco pra salvar os dados do Arduino enviando pelo ESP.

          Sucesso ae, abraço

          • Allan Zeidler

            O problema é a quantidade de dados que tanto o Arduino quanto o ESP suportam. Essa idéia do webserver local com banco só consigo ver isso com um raspberri pi…. pois é envolve processamento mais pesado. O que você pode fazer é usar um módulo de SD card e guardar os dados em arquivos texto mesmo, ai desenvolve um codigozinho para gerenciar estes arquivos, tipo um DB mesmo. Se souberem de outras alternativas mandem ai!

          • Sérgio Rocha

            Certo Allan, utilizar o cartão SD era uma das minhas alternativas, porém quando perde a conexão com o ESP daí o usuário não consegue acessar os dados, por isso a minha ideia seria rodar um WebService local, em um PC da rede e o ESP apenas conectará neste PC pelo IP enviando os parâmetros adquiridos pelo Arduino, como neste vídeo https://www.youtube.com/watch?v=q02f4sPghSo&index=2&list=PLmfT_cdP5PYDRYIvGIQ4YQYnEprshtxO8
            Porém neste vídeo a conexão é externa, ou seja, precisa de conexão com a internet, porém não quero utilizar conexão com internet, apenas rede local. Tô tentando ainda kk Queria fazer em JSP, mas ta difícil.. e PHP nunca mexi 🙁

  • Highlander

    Show!!!! Finalmente alguém que sabe ensinar de um jeito simples e direto ao ponto. Parabéns, ganhou um inscrito.

  • Highlander

    Só uma dúvida. Tenho um ESP-8266 NodeMCU, estou testando direto, pois ele é só ligar a mini usb certo? Não obtenho retorno AT. Examplo. Abro o terminal e digito AT, depois ENTER, nada acontece. Por que?
    Obrigado

  • Igor Carvalho de Paula

    com ele ligado (usando o roteador) do celular pode pegar a posicao geolocalizada (gps)?

  • Tiago

    Olá, tudo bem?

    Bom, você citou dois modos de configuração do ESP-12: Flash e Programação. Mas supondo que ele venha com uma firmware de fábrica, que apenas interpreta os comandos AT, qual a configuração para usá-lo como um complemento WiFi para o Arduino? Possui uma série de sensores já conectados ao Arduino, e queria colocar a informação para monitoramento remoto… acontece que não estou conseguindo fazer o Arduino se comunicar – via serial – com o ESP. Tem alguma ideia do que possa ser?

    Obrigado.

  • RAFAEL CENTENARO

    Olá, criei um circuito para acionar dois relés, utilizando os gpios 0 e 2. Durante o processo de boot os relés são acionados (apenas um pulso), este comportamento irá comprometer a ideia do projeto que seria acionar o portão eletrônico. Existe uma forma de contornar isso?

    • Leonardo Bottero

      Eu usei a um tempo atrás em um projeto com pic um temporizador para alimentação das bobinas dos relés, assim os relés só entravam em atividade após o boot. Outra opção é criar uma rotina que após o boot de um nível alto em outra gpio com uma etapa temporizadora que só irá habilitar os relés depois de “n” segundos de nível alto nessa mesma gpio. Nesses casos é necessário ter conhecimentos de eletrônica.